Nota de Repúdio: Ato de violência contra um médico residente do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen

 

 

A Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia de Santa Catarina – SOGISC vem por meio desta nota, manifestar total repúdio pelo ato de violência ocorrido ontem contra um médico residente de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí. O médico foi agredido por um acompanhante durante atendimento na sala de admissão do Centro Obstétrico.

As agressões aos médicos que estão na linha de frente das emergências são cada vez mais comuns diante da crise que a saúde pública vem enfrentando e das campanhas depreciativas à classe médica.

É inadmissível que um profissional de saúde sofra qualquer agressão, seja física ou verbal, no exercício de seu ofício.

Manifestamos também nosso apoio ao colega para que não desanime e mantenha-se firme na profissão que escolheu.


Diretoria da SOGISC